Livros

Ler, ler, ler, viver a vida que outros sonharam

Dia 09

Dia 09 — O livro mais triste que você já leu

Filho Nativo – Richard Wright

Esse livro é a coisa mais triste, mais triste. Teve muitos momentos que eu achei que não ia aguentar a leitura, que era dilacerante demais pra mim. E ele ficou parado muito tempo, eu ia e voltava, porque era demais. É muito, muito triste, nem dá pra contar. Mas é um livro magistral, sensacional. Um relato da alma humana perfeito.

Interessante foi que, apesar de ser um livro indicado em várias listas dos cem melhores, constando como dos 30 melhores de algumas, eu não encontrei praticamente nenhum blog falando dele e pouquíssimos lugares na internet falando dele em português.

=====

Filho nativo – Richard Wright

FILHO NATIVO – Richard Wright
Tragédia de um Negro Americano
Tradução de Monteiro Lobato
Companhia Editora Nacional –
1941 –
365pg.

A tragédia de um negro americano, Bigger Thomas, num clássico da literatura moderna. Ser negro, principalmente em certas regiões dos Estados Unidos, ainda hoje significa viver constrangido por limitações que podem levar ao desajustamento social. “Filho Nativo” foi o primeiro romance sobre os negros pobres da América, em especial Bigger Thomas, que, à falta de estímulos positivos, torna-se um marginal violento. Lançado em 1940, o livro continua sendo a mais dramática denúncia do preconceito racial.O próprio autor demonstra, como primeiro grande escritor negro norte-americano, que triunfou sobre muitos fatores adversos. Este volume apresenta uma introdução de cerca de 30 páginas, do próprio Wright, explicando a gênese do livro: “Como Nasceu Bigger” .

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • MySpace
  • PDF
  • Posterous
  • RSS
  • Technorati
  • Tumblr
  • Bitacoras.com
  • email
  • Google Buzz
  • LinkedIn
  • Orkut

Comentários desativados.