Livros

Ler, ler, ler, viver a vida que outros sonharam

Extremamente Alto & Incrivelmente Perto

| 0 comentários

EXTREMAMENTE ALTO & INCRIVELMENTE PERTO

Autor: FOER, JONATHAN SAFRAN
Editora: ROCCO
Assunto: LITERATURA ESTRANGEIRA
ISBN: 8532520561
ISBN-13: 9788532520562
Livro em português
Brochura
1ª Edição – 2006 – 360 pág.
Nunca é possível reconhecer o último momento de felicidade que antecede uma tragédia. Seja ela o ataque às torres do World Trade Center, seja o cruel bombardeio aliado sobre Dresden, que arrasou a cidade e a população civil da histórica cidade alemã na Segunda Guerra Mundial. Portanto, dificilmente há tempo de verbalizar o amor que se sente pelas pessoas próximas que, por um golpe do destino, tornam-se distantes. Esta constatação e os dois acontecimentos históricos guiam ‘Extremamente alto & incrivelmente perto’. O principal narrador do livro, Oskar, é um menino extremamente inteligente de 9 anos de idade, sofre com a morte do pai, uma das vítimas do ataque ao World Trade Center, que estava no local da tragédia por um mero acaso – uma reunião no Windows of the World, o restaurante no último andar de uma das torres. A dor de Oskar não vem só da perda, mas do fato de julgar ser o único a ouvir as últimas palavras emitidas pelo pai, deixadas numa secretária eletrônica.

Zero Hora / Data: 31/7/2006
Extremamente Alto & Incrivelmente Perto
Pelos olhos argutos de um menino de nove anos, Oskar Schell, o escritor americano Jonathan Safran Foer revê a tragédia do World Trade Center em “Extremamente Alto & Incrivelmente Perto” (Editora Rocco, 376 páginas, tradução de Daniel Galera). O personagem precisa encarar a morte do pai, uma das vítimas do ataque às torres gêmeas. Sem saber lidar direito com a dor, ele inventa coisas absurdas, escreve cartas para celebridades do mundo científico e acaba virando detetive, após encontrar uma chave entre os guardados do pai.

No livro, Safran Foer – autor de 29 anos, que vem ao Brasil em agosto para a Festa Literária de Parati – retoma a temática do acerto de contas com o passado, assim como no badalado “Tudo se Ilumina” (no qual um filho de imigrantes viaja à Ucrânia para descobrir por quê o avô fugiu de lá). Aqui, ele narra também a história dos avós do garoto, alemães que sobreviveram ao bombardeio de Dresden, no final da II Guerra Mundial.

Como o ponto de vista é o de um guri, o livro tem uma narrativa hiperativa. É cheio de imagens e brincadeiras visuais, como páginas corrigidas à mão.

Sobre o autor:

FOER, JONATHAN SAFRAN
Jonathan Safran Foer nasceu em 1977. Estudou redação criativa na Universidade de Princeton e, antes de se tornar romancista, trabalhou como vendedor de jóias, assistente de necrotério e ghostwriter. Seus contos foram publicados na Paris Review, e só então veio seu primeiro livro, Tudo se ilumina. O romance foi apontado como a grande estréia literária dos últimos tempos por publicações prestigiadas, como a revista New Yorker. O Los Angeles Times o nomeou Livro do Ano. O Guardian também o premiou com o título de melhor estréia do ano. A Rolling Stone e a Esquire incluiram Foer em suas listas dos grandes nomes do ano. O livro já foi lançado em cerca de 25 países e ganhou uma adaptação para o cinema.

Fonte: Site da Livraria Cultura

Compartilhe
  • Print
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • MySpace
  • PDF
  • Posterous
  • RSS
  • Technorati
  • Tumblr
  • Bitacoras.com
  • email
  • Google Buzz
  • LinkedIn
  • Orkut

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.